Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 22 de agosto de 2017

TRÂNSITO: Centro de Garanhuns tem trânsito auterado devido a danos na tubulação de água da Compesa.

Beto Duran
A Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) informa que o trecho entre o Banco Bradesco e a Farmácia Pague Menos, localizado na avenida Santo Antônio, foi interditado na manhã desta segunda-feira (21), em decorrência do rompimento da tubulação da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o que comprometeu a estrutura do asfalto da via, impossibilitando a passagem de veículos.

Diante da interdição, a AMSTT retirou os blocos de concreto (gelo-baiano) localizados em frente à antiga Padaria Suíça, dando a opção para que os veículos possam subir pela avenida 13 de Maio, em direção ao bairro Heliópolis e outras localidades. Já os demais condutores poderão descer pela rua Severiano Peixoto, podendo seguir para os bairros Boa Vista e Cohab II.

Agentes de trânsito seguem trabalhando nos bloqueios com o intuito de orientar os motoristas.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

EDUCAÇÃO: Agendamento para Planetário de Garanhuns deve ser realizado na nova sede da Secretaria de Turismo e Cultura


Divulgação / Secom PMG
O Planetário Digital Mauro Souza Lima, que fica localizado no Parque Euclides Dourado terá mudanças no horário do seu funcionamento. As visitas acontecem de segunda a sexta-feira, em horário agendado, e de quinta a sábado, abertas ao público, das 15h às 17h. Para agendar é necessário se dirigir a Secretaria de Turismo e Cultura de Garanhuns, localizada em novo endereço: Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti (Praça Mestre Dominguinhos) e entrar em contato com a servidora Josy. Em caso de dúvidas, você pode entrar em contato pelo novo telefone: (87) 3762-7063.

O planetário dispõe de filmes, onde o professor responsável pela turma escolhe um filme baseado em seu objetivo pedagógico que varia desde o fundamental ao nível superior. O espaço tem capacidade para 40 pessoas, com poltronas confortáveis e reclináveis e duas vagas para cadeirantes.

Por Gabriela Ramos / Secom PMG

HISTÓRIA: Comemorações dão início às atividades do aniversário de 50 anos do Mercado 18 de Agosto

“Seu Né”, de 80 anos, é o comerciante mais antigo em atividade do local.
Foto: Aquilles Soares / Secom PMG

Atendendo à solicitação dos comerciantes do Mercado Público Municipal 18 de Agosto, a Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico apoia a realização do aniversário de 50 anos de funcionamento do espaço, que segue sendo comemorado até o mês de novembro. As festividades tiveram início nesta sexta-feira (18), data que dá nome ao espaço, com direito a bolo e apresentação da Orquestra Manoel Rabelo. Na hora de cortar o bolo, o administrador do local, José Ivan Leite, e alguns comerciantes fizeram as honras. O evento foi realizado na área interna do local, e contou com a presença do vice-prefeito, Haroldo Vicente, secretários municipais, representantes da Câmara de Vereadores, do Instituto Histórico, Cultural e Geográfico de Garanhuns (IHCGG), além dos comerciantes e marchantes que trabalham no mercado.

Durante a ocasião, também houve o pronunciamento oficial das autoridades presentes, incluindo uma breve apresentação sobre a história do espaço, com o professor Cláudio Gonçalves. Em sua fala, o historiador ressaltou o fato de que a inauguração oficial do mercado ocorreu em 15 novembro de 1967, data que marca seus 50 anos. Todavia, o local passou a ser chamado de 18 de Agosto, em homenagem ao prefeito Amílcar da Mota Valença, que saiu vitorioso das eleições desta data, no ano de 1963.

Presente nas festividades Manoel Francisco dos Santos, conhecido como “Seu Né”, de 80 anos, é o comerciante mais antigo em atividade do local. “Antes da inauguração nós ficávamos em outro mercado também no Centro da cidade. Depois da mudança para cá, ocupei um dos boxes e não sai mais. Graças ao trabalho aqui consegui manter meus filhos, netos e bisnetos”, afirmou.

A secretária municipal de Desenvolvimento Econômico, Janecélia Marins, evidenciou a importância do mercado para o abastecimento da população, sempre atuando para promover melhorias para os trabalhadores do espaço. “Aqui existem diversos negócios, entre venda de carnes, demais alimentos, confecções e sapatos; por isso estamos realizando um período de intervenções até o mês de novembro, em parcerias que possam capacitar e fomentar o diálogo com todos que contribuem com a história desse local tão importante que tem o privilégio de estar localizado no coração de Garanhuns”, declarou a titular da pasta.

Por Aquilles Soares / Secom PMG

GARANHUNS: Cristo do Magano é cenário para I Corrida de Obstáculos dos Desbravadores da Colina

Imagens: Daniela batista / Secom PMG
Mesmo no frio intenso que marcava 18° C das primeiras horas da manhã do domingo (20), os esportistas não desanimaram e participaram da I Corrida de Obstáculos dos Desbravadores da Colina. O evento foi realizado na colina do Magano, a aproximadamente 1.030m em relação ao nível do mar. A corrida foi organizada pelo grupo garanhuense de mesmo nome, com o apoio do Governo Municipal de Garanhuns, através da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer e Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT).

As categorias foram divididas em Geral (masculino e feminino); Sub 20 (masculino e feminino); Peso pesado (acima de 100kg) e Dupla. Segundo a organização do evento, cerca de 100 corredores participaram do momento. “É um evento novo que a gente tá trazendo para a região. Sabemos que Garanhuns tem um clima muito favorável para esse tipo de esportes e temos muitos atletas aqui. Tivemos inscrições que vários lugares do estado e até de fora”, explicou Haroldo Veloso, um dos organizadores.

A policial civil, Andrea Amorim, de 48 anos de idade, veio de Carpina (PE), junto com uma equipe de mais nove pessoas, para participar da corrida. “Participamos de uma corrida em Recife e lá ficamos sabendo do evento de hoje. Achamos interessante participar, já que poucas pessoas do grupo conheciam a cidade. Vamos aproveitar para curtir a paisagem. Estamos esperando muita diversão e muita aventura”, comentou.

O segurança e professor de artes marciais, Jackson Honorato, é de Maceió (AL) mas mora em Garanhuns e venceu a categoria Peso Pesado. “É emoção por demais vencer essa categoria. Passei a madrugada inteira trabalhando e vim direto pra cá. É isso que eu gosto de fazer”, finalizou. O primeiro colocado de cada categoria recebeu um troféu e um valor simbólico de R$ 130,00.

Confira mais imagens do evento:







Por Daniela Batista / Secom PMG

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

GARANHUNS: Palestra ensina como crescer na crise com as mídias sociais

Com o agravamento da crise econômica e o embalo da internet, muitas empresas aderiram ao comércio eletrônico na tentativa de potencializar suas vendas e fidelizar clientes. Entretanto, as estratégias nem sempre são corretas e podem acabar dando errado e gerando um gasto desnecessário. Para orientar empresários e gestores no mercado online do varejo, o Sebrae, em parceria com o Senac, promove a palestra Mídias Sociais: O Segredo para Crescer na Crise, na quinta-feira (17), em Garanhuns.

O palestrante da noite, Steven Albuquerque, é mestre em administração e consultor em marketing tradicional e digital, além de ser professor em cursos de pós-graduação em mais de 30 universidades de oito estados nas regiões Norte e Nordeste. Na pauta do especialista, há tópicos como mercado digital, mudanças de comportamento das gerações X, Y e Z, ferramentas de marketing digital, entre outros assuntos.

“O intuito da palestra é despertar nos empresários o interesse de divulgar seus produtos pelas mídias digitais, pois essa é uma forma muito relevante de fortalecer os micro e pequenos negócios”, afirma Alessandra Mendes, analista de Comércio e Serviços da unidade do Sebrae em Garanhuns.

As inscrições podem ser feitas na unidade do Senac em Garanhuns (Rua Maria Ramos, nº 22, Heliópolis), apresentando RG, CPF e CNPJ (se for o caso) e também pelo link http://loja.pe.sebrae.com.br/loja/evento/1092288. Mais informações pelo telefone (87) 3764-2703 ou (87) 3221-3333.

SERVIÇO

Evento: Mídias Sociais: O Segredo para Crescer na Crise
Data: 17 de agosto
Horário: 19h às 21h
Investimento: R$ 10,00
Informações: (87) 3764-2703 ou (87) 3221-3333

POLÍTICA: Três anos depois, acidente com Eduardo Campos tem impacto político em PE

Reprodução / Folha PE
Os desdobramentos judiciais do acidente aéreo que matou Eduardo Campos ainda geram incertezas ao grupo político do ex-governador de Pernambuco e ao seu legado três anos depois da queda do avião em Santos (SP), completados neste domingo (13). E podem se tornar o centro da disputa pelo governo de Pernambuco no próximo ano.

Três dos principais envolvidos na Operação Turbulência, iniciada com uma investigação sobre o arrendamento do jato no qual Campos viajava, assinaram acordos de delação premiada com o Ministério Público Federal no início deste ano.

Os empresários João Lyra Pessoa de Melo Filho, Apolo Santana Vieira e Eduardo Freire Bezerra Leite prometem dar detalhes sobre transações financeiras envolvendo superfaturamento de obras ligadas ao governo de Pernambuco. Lyra era apontado como elo entre Campos e empreiteiras.

Os três empresários são acusados de formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, pagamento de propinas e crimes contra o sistema financeiro. De acordo com o Ministério Público, os suspeitos teriam movimentado dinheiro de forma fraudulenta entre empresas de fachada. O esquema teria vigorado entre 2010 e 2014 e movimentado cerca de R$ 600 milhões, segundo a Polícia Federal.

Apontados como donos do avião que transportava Campos, os empresários estão sendo processados por moradores de Santos que tiveram seus imóveis danificados com a queda do avião. Também correm ações contra a AF Andrade, holding apontada como operadora do jato, e o PSB. Todos negam judicialmente responsabilidade de ressarcir os prejuízos.

Em janeiro, a PF deflagrou a Operação Vórtex como um desdobramento da Turbulência. A ação investigou a participação de uma terceira empresa, a Lidermac, na compra da aeronave.

Na época, o PSB contestou a existência de qualquer irregularidade envolvendo o partido e a empresa, alegando que fez apenas uma doação de R$ 500 mil ao PSB na campanha de 2014 de forma oficial. O partido também afirmou ter confiança na "conduta sempre íntegra" do ex-governador Eduardo Campos.

O PSB de Pernambuco ainda enfrenta a situação de ver três dos principais afilhados políticos de Eduardo Campos serem alvo de inquéritos: o governador Paulo Câmara (PSB), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e o prefeito do Recife, Geraldo Júlio (PSB).

Câmara deve disputar a reeleição ao governo do Estado e poderá enfrentar nas urnas Bezerra Coelho, que negocia uma migração para o DEM. Os dois, além do prefeito Geraldo Júlio, são alvos de inquérito na Operação Fair Play, que investiga um suposto superfaturamento de R$ 42 milhões nas obras de construção da Arena Pernambuco para a Copa 2014.

Outro lado
Prefeito, governador e senador negam irregularidades. Em nota, o governo de Pernambuco afirmou que a licitação para a construção da Arena Pernambuco observou todos os requisitos, prazos e exigências da Lei de Licitações e da Lei das Parcerias Público-Privadas.

O governo ainda afirmou "sua posição de absoluta transparência na gestão de recursos públicos". O advogado de Bezerra Coelho, André Luís Callegari, afirma que "todas as operações referentes à licitação do estádio foram julgadas regulares" pelos tribunais de Contas da União e do Estado.

Coelho também é alvo de outros três inquéritos no STF (Supremo Tribunal Federal) sob suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro. A defesa do senador pernambucano classifica as acusações como "absolutamente descabidas".

Folha PE

ARTE: Artistas garanhuenses levam espetáculo para o sertão do estado

Foto: Amanda Pietra
O Coletivo Tear é um grupo de produção artística, formado em Garanhuns, que leva teatro, música, literatura e artes visuais para o público. Desta vez, o sertão do Pajeú está sendo palco para o espetáculo “Luanda Ruanda – Histórias Africanas”, produzido pelo grupo garanhuense e escrito por Stephany Metódio. Pela manhã, a comunidade quilombola Gameleira, em Carnaíba, está recebendo a obra. Durante a tarde, será a vez do Quilombo Umbuzeiro Leitão, em Afogados da Ingazeira.

A montagem conta com uma narração de histórias afro-brasileiras, encenadas pela atriz e contadora de histórias, Stephany Metódio, e pelo o ator Leo Silva. O público pode conferir uma série de fábulas, mitos e lendas do universo folclórico.

A iniciativa de levar a obra para as comunidades quilombolas do sertão pernambucano foi criada em 2016, a partir do incentivo do Funcultura, do Governo de Pernambuco. Os quilombos Conceição das Crioulas, de Salgueiro, e Águas Claras e Livramento, de Triunfo, já fizeram parte do roteiro das contações de histórias que valorizam a identidade negra.

Por Daniela Batista / Secom PMG

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

GARANHUNS: Engenheiro presta depoimento em Garanhuns e nega ser responsável por toda obra de prédio que desabou

Matéria publicada no site de not´cias G1 Caruaru, mostra o depoimento do engenheiro que seria resonsável pelo prédio que desabou na cidade de Garanhuns no mês de julho, levando a óbito duas pessoas e provacando danos emocionais e materiais em todos os demais moradores do residencial.

Reprodução da matéria do G1, publicada em 070/08/2017:

O engenheiro Alexandre Gusmão, negou que seja o responsável pela construção do prédio residencial que desabou em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. Ele se apresentou na manhã desta sexta-feira (4) na delegacia da cidade e foi ouvido pelo delegado Patrick Dias. O acidente aconteceu em julho deixando duas pessoas mortas.

Alexandre não quis conversar com a imprensa. Segundo o advogado dele, Ernesto Cavalcanti, o engenheiro estava em Recife quando ficou sabendo do acidente e pediu para se apresentar a polícia. "Ele não estava acompanhando a obra e apenas acompanhou o desmoronamento do muro de proteção em 2008. Logo depois deixou o Brasil e foi trabalhar em uma obra em Angola. Ele não tem conhecimento do avanço dessa obra", disse o advogado.

Sobre o fato da base do prédio ter sido reaproveitada, o advogado Ernesto Cavalcanti afirma que o cliente não sabia da situação. "Ele desconhece totalmente. Inclusive ele sugeriu que a base fosse demolida antes de deixar o Brasil. Ele deu suporte a essa obra durante dois meses em 2008", complementou.

Ainda de acordo com a defesa, Alexandre Gusmão apresentou a polícia uma documento de 2010, quando o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea), notifica a obra alegando que a construção não tem um engenheiro. Sobre a Prefeitura de Garanhuns afirmar que a obra é irregular, Alexandre disse que desconhece a situação.

Segundo o advogado, os moradores do prédio procuraram a prefeitura um mês antes do desabamento e pediram a fiscalização de um engenheiro, que confirmou o bom estado do residencial. Ele ainda informou que Alexandre Gusmão assinou apenas uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), em junho de 2009, para reparos no muro.

O advogado afirma que uma ART foi assinada em nome de Alexandre Gusmão em 2008, que contratava ele para a realização de todos os serviços. Segundo ele, o engenheiro desconhece o serviço e também a assinatura em nome dele no documento.

Perícia
A perícia do Instituto de Criminalística realizada na semana passada, apontou falha na estrutura, e no material utilizado. A respeito das declarações sobre vistorias realizadas pela Defesa Civil de Garanhuns no prédio, o coordenador do órgão, Thiago Amorim, esclarece que foi realizada uma inspeção predial há cerca de seis anos.

Na ocasião, foi solicitado ao responsável pelo imóvel que procedesse alguns itens de manutenção da edificação com o objetivo de conservar e recuperar a capacidade funcional. o procedimento é o cumprimento de uma norma técnica brasileira nº 5674/1999, que informa, sugere e obriga a todo e qualquer proprietário de edificação a proceder com a referida manutenção da edificação.

O governo municipal está com um processo administrativo instaurado, que por meio de uma comissão, vai realizar o levantamento da documentação sobre o prédio em questão, para ajudar a apurar as responsabilidades. "Todos os setores da prefeitura estão à disposição para colaborar com as investigações", diz nota enviada pela gestão.