Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 22 de março de 2016

CONCORRÊNCIA: Esporte Interativo fez Globo aumentar oferta a clubes pelo Brasileirão

Imagem: Reprodução internet
A temporada 2016 do futebol brasileiro vem se mostrando diferente das demais, principalmente no que diz respeito ao monopólio sobre a transmissão do Campeonato Brasileiro na TV fechada. Até 2018, a Globo mantém sua soberania por meio dos canais Globosat (SporTV e Premiere FC), mas quem entrou muito forte na disputa para transmitir o torneio a partir de 2019 é o Esporte Interativo.

Para quem duvidava, o canal do Grupo Turner já fechou contratos com grandes equipes do futebol nacional, como Santos, Internacional, Atlético-PR, Coritiba e outros que estão na Série B do Brasileirão.

Fundador da emissora, Edgar Diniz concedeu entrevista ao jornal "Folha de S. Paulo" em que comenta sobre a rivalidade criada com o Grupo Globo. Para o empresário, a entrada do Esporte Interativo só tende a pluralizar mais o mercado que, por anos, ficou enraizado nas mãos de um só gigante.

A Globo fez um trabalho extraordinário na área de esportes, mas acreditamos que há espaço para mais de um 'player'. A concorrência existe em qualquer mercado mais desenvolvido. Queremos construir nosso próprio espaço. Acho que, no futuro, essa disputa vai se tornar muito natural, com a possibilidade de entrada de ainda mais players na concorrência por direitos, Fox, ESPN. Isso força a todos serem mais competentes.

Para Diniz, o futebol brasileiro precisa se fortalecer nesse momento de crise econômica para não ver mais "debandadas" de atletas para o exterior, reflexo de como os clubes viraram reféns dos tais direitos de transmissão. Por isso a entrada do canal do Grupo Turner faz o mercado publicitário ser aquecido de maneira a beneficiar os próprios clubes.

Para se ter uma ideia, a Globo teve que aumentar suas ofertas ao saber da concorrência do Esporte Interativo.

Antes de fazermos nossa proposta, a Globo fechou com alguns clubes um contrato em que ela reduzia o valor do contrato vigente em 25% em troca de um empréstimo. Quando a gente entrou, eles refizeram a proposta, sendo R$ 1 bilhão para TV aberta e R$ 100 milhões para fechada. Ou seja, ela deixou de propor a redução de 25% e tranformou o empréstimo em luvas. A entrada do Esporte Interativo fez com que a Globo melhorasse em cerca de 40% o valor de sua oferta inicial.

Fonte: msn.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário