Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 3 de maio de 2016

SAÚDE: Novidade no tratamento das varizes com Laser Transdérmico

Dr. Vitor Duarte – Cirurgião vascular e
angiologísta.

Foto: Arquivo pessoal / Divulgação
Esta moderna técnica consiste no disparo do Laser através da pele promovendo a destruição dos vasos pela dissipação de calor intenso, localizado e seletivo (fototermólise).
Para esclarecer melhor este tratamento, entrevistamos o Dr. Vitor Duarte, cirurgião vascular e angiologísta, que responde suas dúvidas.
Este tratamento moderno ainda não é encontrado facilmente. Em Pernambuco só está disponível na capital e alto sertão. Para toda a região central do estado, apenas em Garanhuns é possível encontrá-lo. Vamos a entrevista:

Jornal Crer em Pernambuco: Quais as vantagens do laser transdérmico?

Dr, Vitor Duarte: O Laser tem como vantagens ser pouco invasivo (não usa agulhas), ser desprovido de reações alérgicas (não há injeção de medicamentos), induzir menor reação inflamatória cutânea e causar menor risco de manchas hipercrômicas (escuras) na pele.

JCPE: Quando o laser transdérmico não está indicado?

Dr. Vitor Duarte: Existem também contra-indicações ao método como tonalidade da pele, bronzeamento, calibre e profundidade do vaso, infecções cutâneas e outras que o cirurgião vascular deverá avaliar antes de indicar o tratamento com Laser.

JCPE: O tratamento é doloroso?

Dr. Vitor Duarte: Alguns pacientes apresentam um leve desconforto, mas geralmente utilizamos resfriadores para minimizá-lo.

JCPE: O laser transdérmico é suficiente para tratamento de varizes?

Dr. Vitor Duarte: Para varizes de maior tamanho, às vezes é necessário realizar a terapia combinada com a escleroterapia ampliada ou crioescleroterapia. Isso vai depender da extensão da doença. Escleroterapia e laser são métodos complementares, podendo ser realizados na mesma sessão.

JCPE: O tratamento com laser é invasivo? Como funciona?

Dr. Vitor Duarte: O equipamento emite pulsos de luz que penetram no corpo do paciente e são absorvidos 30 vezes mais pelo sangue que pelo tecido cutâneo. Portanto, pode ocluir as varizes sem danificar a pele. O medicamento é aplicado apenas em cerca de 30% dos pontos tratados com laser, principalmente em locais onde a veia ainda está "aberta".

JCPE: Existe o ClaCs, Cryolaser e Cryo escleroterapia, que é uma modalidade de tratamento que combina laser e a crioescleroterapia. Como funciona?

Dr. Vitor Duarte: A combinação do laser e a escleroterapia, injeções com o uso de substâncias esclerosantes, é vantajosa. A injeção do medicamento em um vaso tratado por laser há poucos instantes tem seu efeito potencializado. Isso acontece porque o laser causa alterações no fluxo sanguíneo lo
cal, tornando-o mais lento e favorecendo a ação prolongada do esclerosante no local. Assim, o tratamento de áreas extensas é mais rápido e efetivo com a combinação das duas técnicas.

Para maiores esclarecimento:

Dr. Vitor Duarte – Cirurgião vascular e angiologísta
www.drvitorduarte.com.br
Av. Simoa Gomes, 06 - Heliópolis – Garanhuns
Fones: 3763.2234 / 3762.4290

Matéria publicada no Jornal Crer em Pernambuco no mês de abril de 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário