Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

NEGÓCIOS: Sebrae e Moinho Dias Brancos lançam projeto de encadeamento produtivo em Caruaru

Imagem: Reprodução internet
Para que a produção brasileira seja cada vez mais competitiva, a eficiência da cadeia de valor como um todo é decisiva. Atento a esta estratégia, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Pernambuco - Sebrae/PE - e o Moinho DiasBranco lançam em Caruaru o Projeto de Encadeamento Produtivo das Empresas Transformadoras de Farinha de Trigo do Agreste Pernambucano. O evento, que é destinado a empreendedores individuais e micro e pequenas empresas do segmento, será realizado no auditório da Unidade Regional Agreste da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), no dia 22 de fevereiro, das 19h às 21h.

O objetivo é o de promover o desenvolvimento, a competitividade e a ampliação dos negócios na região. Para isto, uma programação foi elaborada para que o público compreenda os benefícios dos relacionamentos coorporativos de longo prazo na busca de uma produtividade média de excelência que eleve a competitividade nacional frente à concorrência internacional. Dando início ao evento, o gestor do projeto e analista do Sebrae, Francisco Braga, juntamente com a gerente Estadual da MoinhoDias Branco, Silvana Eufrásio, farão a apresentação do projeto de encadeamento produtivo.

Em seguida, um vídeo sobre o encadeamento produtivo produzido pelo Sebrae Nacional será exibido. Uma apresentação do portfólio de serviços da Fiepe será apresentado pela gerente regional da Entidade, Carolina Campos. Os presentes também irão conhecer a experiência de um empresário do Rio Grande do Norte que já participou do projeto, além de assistirem a uma palestra sobre as tendências de negócios de panificação com o gerente de planejamento da Moinho Dias Branco, Arthur Benevides.

Para o gestor do projeto, Francisco Braga, o projeto promove a inserção de pequenos negócios em cadeia de valor de grandes empresas. “É importante que os empresários sejam adeptos do projeto para que sejam beneficiados com ações que promovam o aumento da produtividade, da competitividade e, consequentemente, das vendas e dos resultados operacionais das empresas. O lançamento do projeto é o primeiro passo para que os participantes façam bons negócios”, disse.

Por Fernanda Carvalho / Oficina Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário