Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 30 de março de 2017

GARANHUNS: Trabalhadores das feiras livres recebem identificação

Imagem: Secom PMG
Os trabalhadores que atuam nas feiras livres de Garanhuns receberam, nesta quinta-feira (30), seus coletes de identificação. Na ocasião de entrega, os profissionais também participaram de uma capacitação sobre as maneiras de combater o trabalho infantil. A ação de organização e monitoramento é resultado de uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH) e a Secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente (SDRMA).

Atualmente, Garanhuns possui seis feiras livres comercializando produtos variados, semanalmente. O funcionamento dos espaços inicia nas quintas-feiras, com a feira na rua Oliveira Lima, bairro Heliópolis; nos sábados, abre a Central de Abastecimento (Ceaga), no bairro São José, e a feirinha da Boa Vista; já aos domingos, as feiras acontecem na Cohab I, Cohab II e no bairro Magano.

Nos últimos anos, a Prefeitura de Garanhuns tem intensificado os trabalhos de fiscalização das feiras – incluindo um cadastramento e a sistematização de informações sobre os homens que exercem funções de carregadores de mercadorias. Ao todo, 136 pessoas estão cadastradas, maiores de 18 anos de idade, para atuação em qualquer uma das feiras.

Hoje (30), no auditório do Centro Administrativo I, além de receberem seus coletes numerados, os trabalhadores tiveram uma palestra de sensibilização sobre o trabalho infantil. A capacitação foi ministrada pela equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), por meio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), com o intuito de tornar os trabalhadores disseminadores na sensibilização da população sobre o tema.

O momento contou com a presença da secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Maria Célia; o secretário de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, João Paulo Sobral, e suas respectivas equipes envolvidas nas ações. A assistente social Isabella Simões, integrante do Creas Municipal, comentou o balanço do evento. “A interação foi bastante positiva. Eles estão sensibilizados pela causa, e isso ajuda muito. Com os trablhadores utilizando os coletes no dia a dia, passarão até maior segurança para os compradores, evitando casos de trabalho infantil”, enfatiza.

Por Cloves Teodorico / Secom PMG

Nenhum comentário:

Postar um comentário