Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 7 de março de 2017

RECONHECIMENTO: Premiação reconhece talento e trajetória de empreendedoras do Brasil

Estão abertas até 31 de março as inscrições para a edição 2017 do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios. Incentivar empreendedoras a contar suas histórias de sucesso a fim de inspirar outras mulheres é o objetivo da premiação promovida pelo Sebrae em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) e a Federação das Associações de Mulheres de Negócios e Profissionais do Brasil (BPW), com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ).

São três categorias: pequenos negócios, produtora rural e Microempreendedora Individual (MEI). As interessadas em participar precisam preencher uma ficha de inscrição, acompanhada de um relato escrito da sua trajetória como empreendedora e de uma autoavaliação do negócio – todas as informações estão disponíveis no site do prêmio (http://www.mulherdenegocios.sebrae.com.br/) ou em uma unidade do Sebrae. O prazo para entregar todos os documentos é até 31 de março.

As concorrentes vão ser avaliadas em aspectos de gestão (marketing e vendas, finanças, gestão de pessoas, inovação, empreendedorismo, entre outros) e do relato (visão de futuro, desafios para abrir o empreendimento, ideias inovadoras, crescimento dos resultados obtidos, perseverança etc.).

A premiação é dividida em duas etapas: estadual e nacional. Na etapa estadual, as que tiverem a melhor pontuação, por categoria, receberão a visita de um verificador, que vai validar as informações apresentadas na autoavaliação de gestão do negócio e no relato. Depois, serão avaliadas por uma banca de juízes, que determinará quem será a vencedora de cada categoria. Ao todo serão selecionadas até 81 candidatas, até três por estado mais o Distrito Federal, que participarão da etapa nacional.

No final da etapa nacional, as nove ganhadoras – troféus ouro, prata e bronze – serão conhecidas em outubro, durante solenidade na sede do Sebrae Nacional, em Brasília (DF). Elas terão direito a uma viagem nacional para participar de uma missão técnica com foco em capacitação, a um certificado, ao selo de vencedora e ao troféu.

VENCEDORAS – A analista do Sebrae/PE Luciana Correia, que organiza a etapa estadual do prêmio, ressalta que o Mulher de Negócios tem um caráter inspirador e, ao mesmo tempo, de reconhecimento de talentos. Participar do prêmio proporciona uma oxigenação do mercado. “O prêmio se baseia nessas histórias inspiradoras das mulheres empresárias. Quanto mais desafiante a história for, quanto mais obstáculos ela venceu, tudo isso é importante constar nesse relato”, explica a gestora.

Em 2015, a empreendedora Ana Maria Cleophas participou da etapa nacional do prêmio na categoria MEI. Ela apresentou a história da sua empresa Mercadinho Santa Catarina, em Arcoverde, Sertão do Pajeú pernambucano, criada a seis anos atrás, com apenas R$ 400 de investimento inicial. “No início eu não tinha nem fornecedores, comprava tudo que estava em promoção em supermercados, mas com a formalização, eu consegui me organizar”, explica a empresária, que teve seu negócio valorizado desde que conquistou o selo do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios.

A artesã Viviane Locatelli, da Palmeiral Arte Sustentável, sediada em Porto de Galinhas, litoral sul do estado, também foi contemplada na categoria MEI, no ano de 2014. Produzindo acessórios como pulseiras, colares e brincos a partir de cocos descartados na praia, Viviane montou seu próprio negócio e hoje trabalha com o marido, um funcionário e ainda terceiriza parte da produção. “Estou formalizada desde 2010, logo no início do MEI. Participar do prêmio foi muito importante, porque as pessoas reconhecem a importância do Sebrae. Eu cheguei a participar do TOP 100 do Artesanato depois do Mulher de Negócios”, conta a empresária. Com os conhecimentos de gestão financeira, ela acredita que sua produção deu um salto.

Por Cloves Teodorico / Sebrae PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário