Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 5 de setembro de 2017

SETEMBRO AMARELO: Mês em que se dar atenção a prevenção ao suicídio.

Reproduçao internet
A cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo, 11.680 por ano no Brasil, quase uma por dia em Pernambuco. Estas pessoas possuem um perfil. São geralmente jovens ou idosos. Os primeiros tendem a cometer o ato por impulso e os segundos são mais planejados. Pelo menos 95% sofrem de transtornos mentais. A metade delas tentou buscar ajuda em algum momento da vida. O Setembro Amarelo, mês dedicado à atenção e prevenção ao suicídio, dá visibilidade à questão, que precisa ser encarada e enfrentada.

Para a Sociedade Pernambucana de Psiquiatria (SPP), a melhor forma de abordar o tema é cortar o sensacionalismo e difundir uma mensagem de valorização da vida. A instituição apresentou, no dia 31 de agosto, durante o lançamento de ações para este mês, dados preocupantes.

Pelo menos 9,2% da população mundial pensa em suicídio e um terço deles chega a tentar. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 90% dos casos estão associados a distúrbios mentais. Os transtornos de humor, entre os quais se destaca a depressão, representam o diagnóstico mais frequente nesses casos, presente em 36% das vítimas.

Também estão relacionados ao problema a dependência de álcool (em 23% dos casos), esquizofrenia (14%) e transtornos de personalidade (10%). Por outro lado, a OMS também aponta que 90% das pessoas com pensamentos suicidas podem desistir apenas se receberem boa orientação. Este é o papel, por exemplo, de instituições como a SPP, Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e Centro de Valorização da Vida (CVV). “Toda divulgação é importante, o suicídio não se resolve apenas no consultório. Institutos e, principalmente, a família, devem ajudar”, afirma o presidente da SPP Leonardo Machado.

Por Mariana Moraes / Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário